AVC relacioando ao trabalho resulta em isenção de IRPF e imunidade de contribuição previdenciária

Através de pedido de liminar realizado em ação judicial patrocinada pela Garrastazu Advogados, servidor municipal aposentado de Porto Alegre/RS obteve ordem judicial para que cessem as retenções de Imposto de Renda e para diminuir a contribuição previdenciária.

Para o Magistrado que analisou o pedido, restou comprovado que o Acidente Vascular Cerebral do autor foi decorrente de estresse no ambiente de trabalho, caracterizando-se como acidente em serviço, hipótese de isenção de IRPF. Igualmente, a caracterização de estar presente doença incapacitante permitiu o aumento de faixa não tributável pela contribuição previdenciária.

Segundo Carlos Horácio Bonamigo Filho, sócio da Garrastazu Advogados,  "o aposentado da União, dos estados ou dos municípios, portador de doença grave deve procurar advogado para analisar alternativas de diminuição da carga tributária, eis que o AVC, em princípio, não é causa para não pagamento do IR ou da Contribuição Previdenciária, mas em determinados casos pode resultar na exoneração".

Para Ilana Peres, que atua também atua na ação judicial comentada, "quanto Imposto de renda, se o Acidente Vascular decorre do stress no trabalho, pode ser caracterizado como acidente do trabalho, que é causa de isenção. Quanto à Contribuição Previdenciária, conforme  entendimento jurisprudencial, entende-se que qualquer doença que cause incapacidade para o trabalho resulta em diminuição da carga tributária. São formas de aliviar as despesas do aposentado acometido por doenças graves".

 A Garrastazu Advogados tem um núcleo dedicado aos direitos de contribuintes deficientes e portadores de doenças graves. Para maiores informações, clique aqui.

Processo: 001/1.15.0124122-3

Deixe seu comentário

Escritório
do tamanho
do Brasil

Dispomos de correspondentes em todos os Estados do Brasil, o que nos permite uma atuação nacional

A Garrastazu conta com 3 sedes próprias estrategicamente localizadas para atender demandas em todo o País.

Atenção Clientes da Garrastazu

Fomos informados que golpistas estão se apresentando como sócios ou advogados vinculados a Garrastazu Advogados, trazendo falsa informação aos nossos clientes acerca de alvarás que teriam sido emitidos em seus nomes decorrentes de êxitos em processos patrocinados pela equipe da Garrastazu. Os estelionatários prometem que haverá liberação imediata destes alvarás na conta bancária dos clientes, mas solicitam, para viabilizar o levantamento do alvará, depósitos a títulos de "custas" (inexistentes) em contas que são dos próprios golpistas.

Cuidado! Não agimos desta forma. Alertamos que qualquer pagamento à Garrastazu Advogados só pode ser efetuado mediante depósito em conta bancária da própria Garrastazu Advogados. Jamais em contas de terceiros, sejam pessoas físicas, sejam pessoas jurídicas.

Estamos sempre à disposição por meio dos contatos oficiais anunciados em nosso “site”, que são os únicos canais legítimos de contato de nossa equipe com o mercado.

Atendimento via Whatsapp

Tire suas dúvidas agora.

Respondemos em alguns minutos.

Podemos Ajudar?