Exclusão de despesas da base de cálculo de tributos

Os tributos incidentes sobre a operação de importação possuem como componente da base de cálculo o valor aduaneiro, assim compreendido como o valor da mercadoria somado ao frete e ao seguro internacional. As despesas da operação suportadas após a chegada da mercadoria ao porto ou aeroporto brasileiro não devem ser computadas no valor aduaneiro.
Contudo se verifica que, na prática, tributos que deveriam incidir somente sobre o valor aduaneiro da importação acabam por ter sua base de
cálculo inflada em razão da inclusão de despesas suportadas após a chegada da carga ao Brasil. Os tributos incidem indevidamente, por exemplo, sobre o valor pago a título de movimentação portuária (THC) e armazenagem.

Afastando a cobrança indevida

A Receita Federal não concede administrativamente a restituição dos
valores recolhidos a maior a título de imposto de importação e demais tributos
aduaneiros.Diante disso, resta ao particular recorrer ao judiciário, buscando
tutela que lhe assegure não apenas o direito de não incluir tais despesas na
base de cálculo dos tributos aduaneiros, como também a restituição dos
valores indevidamente recolhidos nos últimos cinco anos.

Perguntas Frequentes

Nossa Equipe de Especialistas

Alexandre Bubolz Andersen
Antônio Sérgio Knieling Gouveia Machado
Carlos Horácio Bonamigo Filho
Raphael Zaneti

Alexandre Bubolz Andersen

Exclusão de despesas da base de cálculo de tributos
alexandre.andersen@garrastazu.com.br


Sócio e advogado integrante da Divisão de Direito Tributário.

Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande – FURG.

Pós-Graduado em Direito Tributário Aplicado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.

Pós-Graduado em Direito do Estado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.

Pós-Graduando em Gestão de Operações Societárias e Planejamento Tributário – INEJE/FBT.

Ver Perfil Completo

Antônio Sérgio Knieling Gouveia Machado

Exclusão de despesas da base de cálculo de tributos
antonio.machado@garrastazu.com.br


Sócio e coordenador da Divisão de Relacionamento Institucional e Integrante da área tributária do escritório.
Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS.
Pós-Graduando em Gestão de Operações Societárias e Planejamento Tributário pelo Instituto Nacional de Estudos Jurídicos e Empresariais INEJE.

Ver Perfil Completo

Carlos Horácio Bonamigo Filho

Exclusão de despesas da base de cálculo de tributos
bonamigo@garrastazu.com.br


Sócio e coordenador da Divisão de Direito Público, escritor e professor de Direito Tributário. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS. Pós–graduado em Direito do Estado, Direito Tributário Aplicado e em Direito Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Mestre em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Fluência em inglês e noções de alemão.

Ver Perfil Completo

Raphael Zaneti

Exclusão de despesas da base de cálculo de tributos
raphael.zaneti@garrastazu.com.br


Advogado integrante da Divisão de Direito Tributário.
Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pelo Centro Universitário Metodista – IPA.
Pós-graduando em Direito Tributário Aplicado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.
Fluência em inglês.

Ver Perfil Completo

Solicite uma Proposta