Aprovado texto-base da MP do futebol

A Câmara dos Deputados aprovou na terça (7), a Medida Provisória 671/15, que trata da renegociação das dívidas dos clubes de futebol com a União. De acordo com a matéria, as entidades terão que se submeter a novas regras de gestão mais transparente e estarão sujeitas a punição.

Com a Medida, os clubes que adotarem gestão transparente poderão parcelar dívidas em até 240 vezes, com redução de 70% das multas, de 40% dos juros e isenção dos encargos legais.

Ainda serão analisados destaques que podem alterar o texto, que depois seguirá para análise do Senado.

Duelo de MPs

Do testo anterior, ficou mantida apenas a proibição de registro de contratações de jogadores, penalidade que pode ser aplicada pelas federações e confederação contra o clube que descumprir as regras de gestão. Quanto ao rebaixamento em campeonatos para divisão anterior foi retirada. Entretanto, o rebaixamento foi mantido para o clube que não comprovar regularidade fiscal dos tributos federais, do FGTS e do pagamento dos jogadores, inclusive dos contratos de imagem. Entretanto, o texto não especifica a periodicidade dessa comprovação.

Pelo texto aprovado na Câmara, fica mantida a taxa Selic como a forma de correção do parcelamento das dívidas dos clubes, o fim da exigência de deficit zero a partir de 2021 e o aumento dos recursos da receita bruta que poderão ser aplicados no pagamento de jogadores de futebol (de 70% para 80%).

Endividados Futebol Clube

Em 2014, as dívidas de todos os clubes analisados pelo consultor independente em marketing e gestão esportiva Amir Somoggi, somadas, atingiram 6,3 bilhões de reais, um aumento de 16,8% ante 2013. O crescimento das dívidas foi de 528%, desde 2003.No âmbito fiscal, as dívidas, somadas, totalizam cerca 2,1 bilhões de reais.

Botafogo: R$ 845,5 milhões
Flamengo: R$ 697,9 milhões
Vasco: R$ 596,4 milhões
Atlético Mineiro: R$ 486,6 milhões
Fluminense: R$ 439,6 milhões
Grêmio: R$ 383,1 milhões
Santos: R$ 373,2 milhões
São Paulo: R$ 341 milhões
Palmeiras: R$ 332,7 milhões
Corinthians: R$ 313,5 milhões
Internacional: R$ 280,4 milhões
Cruzeiro: R$ 252,9 milhões
Atlético Paranaense: R$ 233,4 milhões
Bahia: R$ 216 milhões
Coritiba: R$ 214, 3 milhões

Saída pela loteria

Uma das novidades no relatório da MP é a criação de duas loterias para angariar recursos para os clubes, além da já existente Timemania. As premiações serão isentas de IR e sua exploração poderá ser concedida à iniciativa privada.

Fonte: Migalhas
Editado por: William Figueiredo

Deixe seu comentário

Confira nossa página especial sobre Direito Tributário

Acesse aqui

Escritório
do tamanho
do Brasil

Dispomos de correspondentes em todos os Estados do Brasil, o que nos permite uma atuação nacional

A Garrastazu conta com 3 sedes próprias estrategicamente localizadas para atender demandas em todo o País.

Atenção Clientes da Garrastazu

Fomos informados que golpistas estão se apresentando como sócios ou advogados vinculados a Garrastazu Advogados, trazendo falsa informação aos nossos clientes acerca de alvarás que teriam sido emitidos em seus nomes decorrentes de êxitos em processos patrocinados pela equipe da Garrastazu. Os estelionatários prometem que haverá liberação imediata destes alvarás na conta bancária dos clientes, mas solicitam, para viabilizar o levantamento do alvará, depósitos a títulos de "custas" (inexistentes) em contas que são dos próprios golpistas.

Cuidado! Não agimos desta forma. Alertamos que qualquer pagamento à Garrastazu Advogados só pode ser efetuado mediante depósito em conta bancária da própria Garrastazu Advogados. Jamais em contas de terceiros, sejam pessoas físicas, sejam pessoas jurídicas.

Estamos sempre à disposição por meio dos contatos oficiais anunciados em nosso “site”, que são os únicos canais legítimos de contato de nossa equipe com o mercado.

Atendimento via Whatsapp

Tire suas dúvidas agora.

Respondemos em alguns minutos.

Podemos Ajudar?