Imunidade de contribuição previdenciária é conquistada por aposentada em Porto Alegre

29/07/2015 1 minuto de leitura
Servidora municipal inativa de Porto Alegre/RS conquista na Justiça o direito à imunidade de contribuição previdenciária. Prevista no art.  40, §21, da Constituição Federal, a norma estabelece que a  contribuição previdenciária é devida somente sobre as parcelas de proventos de aposentadoria e pensão que superem o dobro do limite máximo estabelecido para os beneficiários do regime geral de previdência social. Isso significa que, caso a servidora inativa receba menos que o dobro do limite máximo para os beneficiários do regime geral de previdência, não é possível que a contribuição seja retida pelo Departamento Municipal de Previdência.

A falta de lei que regulamente o conceito de doença incapacitante não é suficiente para que seja descumprido o comando constitucional, uma vez que existe lei federal (Lei 7.713/88) que concede isenção de imposto de renda para as doenças incapacitantes, alegou o juiz da ação.

Segundo Carlos Horácio Bonamigo Filho e Alexandre Bubolz Andersen, sócios da Garrastazu Advogados, escritório que cuidou do caso,  "o servidor inativo, seja da União, Estado ou Município, portador de doença incapacitante e que está sofrendo a retenção da contribuição previdenciária sobre seus proventos, deve procurar advogado para o ajuizamento de ação judicial, a fim de que seja cumprido o seu direito garantido pela Constituição Federal".

Advocacia Online e Digital
Acessível de todo o Brasil, onde quer que você esteja.

Enviar consulta

A qualquer hora, em qualquer lugar: nossa equipe está pronta para atender você com excelência.

Continue lendo: artigos relacionados

Fique por dentro das nossas novidades.

Acompanhe nosso blog e nossas redes sociais.

1
Atendimento via Whatsapp
Olá, qual seu problema jurídico?
Garrastazu Advogados
Garrastazu Advogados
Respondemos em alguns minutos.
Atendimento via Whatsapp

Atenção Clientes da Garrastazu

Prezados clientes,

Devido às recentes enchentes que afetam significativamente a Região Metropolitana, informamos que o atendimento presencial na sede da Garrastazu Advogados em Porto Alegre estará suspenso.

Nossa prioridade é garantir a segurança de todos. Enquanto trabalhamos para normalizar a situação, nossa equipe continuará prestando assistência jurídica de forma remota. Todos os nossos serviços continuam operando com a mesma qualidade e eficiência através dos nossos canais digitais e telefônicos.

Para quaisquer dúvidas ou necessidades urgentes, por favor, não hesitem em contatar-nos.

Agradecemos pela compreensão e estamos à disposição para auxiliar no que for necessário durante este período.

Atenciosamente,

Sucesso!
Lorem ipsum dolor sit amet

Pensamos na sua privacidade

Usamos cookies para que sua experiência seja melhor. Ao continuar navegando você de acordo com os termos.

Aceito
Garrastazu

Aguarde

Estamos enviando sua solicitação...