Viajante com bens a declarar poderá prestar contas ao Fisco pela internet

A Receita Federal vai lançar mais um serviço para facilitar a vida dos viajantes internacionais. Uma instrução normativa (IN), que será publicada nos próximos dias, vai permitir que as pessoas que ingressarem no Brasil com bens a declarar em sua bagagem prestem contas ao Fisco pela internet, utilizando inclusive tablets e celulares.

A Receita colocará em sua página na internet (www.receita.fazenda.gov.br) o programa Declaração Eletrônica de Bens de Viajante (e-DBV). Nele, o passageiro vai poder informar o conteúdo de sua bagagem e pagar o imposto devido antes mesmo de desembarcar no país, o que tornará o despacho aduaneiro mais rápido. Quem deixar para preencher o documento no aeroporto também terá a opção de declarar por meio de terminais de autoatendimento que serão instalados pela própria Receita nesses locais.

A Declaração de Bagagem Acompanhada (DBA), que hoje é usada para prestar contas ao Fisco, continuará sendo aceita, mas tem prazo para acabar. Ela valerá até 30 de novembro de 2013 para os viajantes que ingressarem no Brasil por avião ou barco. Por meio terrestre, o documento será válido até 31 de março de 2014. Os viajantes precisam declarar à Receita, por exemplo, compras superiores a US$ 500 realizadas no exterior.

Martha Beck

Autor: O GLOBO - ECONOMIA

Deixe seu comentário

Confira nossa página especial sobre Direito Tributário

Acesse aqui

Escritório
do tamanho
do Brasil

Dispomos de correspondentes em todos os Estados do Brasil, o que nos permite uma atuação nacional

A Garrastazu conta com 3 sedes próprias estrategicamente localizadas para atender demandas em todo o País.

Atenção Clientes da Garrastazu

Fomos informados que golpistas estão se apresentando como sócios ou advogados vinculados a Garrastazu Advogados, trazendo falsa informação aos nossos clientes acerca de alvarás que teriam sido emitidos em seus nomes decorrentes de êxitos em processos patrocinados pela equipe da Garrastazu. Os estelionatários prometem que haverá liberação imediata destes alvarás na conta bancária dos clientes, mas solicitam, para viabilizar o levantamento do alvará, depósitos a títulos de "custas" (inexistentes) em contas que são dos próprios golpistas.

Cuidado! Não agimos desta forma. Alertamos que qualquer pagamento à Garrastazu Advogados só pode ser efetuado mediante depósito em conta bancária da própria Garrastazu Advogados. Jamais em contas de terceiros, sejam pessoas físicas, sejam pessoas jurídicas.

Estamos sempre à disposição por meio dos contatos oficiais anunciados em nosso “site”, que são os únicos canais legítimos de contato de nossa equipe com o mercado.

Atendimento via Whatsapp

Tire suas dúvidas agora.

Respondemos em alguns minutos.

Podemos Ajudar?