Tribunal condena homem por ameaça de morte à ex-companheira

Após sete anos, o relacionamento de um homem e uma mulher chegou ao fim no Paraná. Inconformado com a decisão, ele ameaçou a ex-companheira de morte.



Caso - A denúncia apontou que, além de ofender a honra da mulher, ele a ameaçou afirmando: "no dia em que eu te vir com outro, vou te matar... eu não tenho nada a perder, eu já perdi a casa, o carro e não tenho ninguém por mim". A vítima disse que chamaria a polícia, mas o suspeito não se intimidou e afirmou: "a cadeia tem duas portas, a da entrada e da saída; se eu não fizer agora, eu faço depois".



Julgamento - Reformando em parte a decisão da primeira instância, a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná condenou o homem à pena de 1 mês e 5 dias de detenção, a ser cumprida em regime semiaberto, pela prática do crime de ameaça (art. 147, caput, do Código Penal, combinado com o art. 13 e seguintes da Lei 11.340/2006).


Autor: Fato Notório
Data: 20/08/2012 - Hora: 14:00:44

Deixe seu comentário

Confira nossa página especial sobreDireito de Família e Sucessões

Acesse aqui

Dispomos de
correspondentes em todos
os Estados do Brasil, o que
nos permite uma
atuação nacional

A Garrastazu conta com 3 sedes
próprias estrategicamente
localizadas para atender
demandas em todo o País.
Dessa forma, conseguimos
manter a excelência de nosso
trabalho com dinamismo e
articulação processual.

Para manter nossos clientes sempre em primeiro lugar
e suprir nossas demandas com qualidade precisamos de um

escritório do tamanho do Brasil