Maioria dos brasileiros que querem adotar têm entre 41 e 50 anos

No Brasil, a maior parte dos pretendentes a adotar uma criança ou adolescente tem entre 41 e 50 anos de idade – somam 10.662 pessoas cadastradas. Pessoas com 31 a 40 anos compõem o segundo maior grupo de interessados, com 8.529 cadastrados. Em terceiro lugar, estão aqueles com mais de 61 anos – que chegam a 3.461 do total. Esse perfil dos pretendentes consta no Cadastro Nacional de Adoção (CNA), instituído pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para reunir informações de adotantes e adotados e, dessa forma, traçar uma radiografia do sistema, agilizar procedimentos e possibilitar a criação de políticas públicas na área.





Conforme informa o cadastro, a maioria dos que desejam adotar reside na Região Sudeste, é casada e tem renda entre três e cinco salários mínimos. Também segundo os dados levantados, a maior parte dos pretendentes é casada (21.685). Em união estável somam 2.254. Outros 2.347 são solteiros, 494 divorciados e 206 viúvos. Ainda do total de pretendentes, 6.614 possuem filhos biológicos e 2.583 possuem filhos adotivos.





Com relação à renda, a maioria ganha entre três e cinco salários mínimos (6.497 do total). Na sequência estão aqueles que recebem de cinco a 10 salários (5.899), de dois a três salários (4.209), de um a dois salários (3.509) e de 10 a 15 salários (2.252).





Região Sudeste - Segundo o último levantamento, grande parte dos pretendentes vive na Região Sudeste – são 13.312 as pessoas cadastradas. São Paulo é o estado com mais interessados inscritos no CNA: com 7.291 do total. Depois vem o Rio Grande do Sul (4.262), Paraná (3.852), Minas Gerais (3.572) e Santa Catarina (2.087).





Dados do último dia 12 de dezembro mostram que o número de pretendentes em todo o país chegava a 27.183. O de crianças e adolescentes aptas a serem adotadas, no entanto, permanecia quase cinco vezes menor – com 4.932 no total. De acordo com o levantamento, 663 crianças e adolescentes foram adotadas pelo Cadastro Nacional de Adoção desde a sua criação, em abril de 2008.





Crescimento - Os dados também mostram certo crescimento na quantidade de pretendentes, assim como de crianças e adolescentes disponíveis. No levantamento anterior a este - de 10 de novembro – o número pretendentes somavam 26.953. Crianças e Adolescentes chegavam a 4.907.

Deixe seu comentário

Confira nossa página especial sobre Direito de Família e Sucessões

Acesse aqui

Escritório
do tamanho
do Brasil

Dispomos de correspondentes em todos os Estados do Brasil, o que nos permite uma atuação nacional

A Garrastazu conta com 3 sedes próprias estrategicamente localizadas para atender demandas em todo o País.

Atenção Clientes da Garrastazu

Fomos informados que golpistas estão se apresentando como sócios ou advogados vinculados a Garrastazu Advogados, trazendo falsa informação aos nossos clientes acerca de alvarás que teriam sido emitidos em seus nomes decorrentes de êxitos em processos patrocinados pela equipe da Garrastazu. Os estelionatários prometem que haverá liberação imediata destes alvarás na conta bancária dos clientes, mas solicitam, para viabilizar o levantamento do alvará, depósitos a títulos de "custas" (inexistentes) em contas que são dos próprios golpistas.

Cuidado! Não agimos desta forma. Alertamos que qualquer pagamento à Garrastazu Advogados só pode ser efetuado mediante depósito em conta bancária da própria Garrastazu Advogados. Jamais em contas de terceiros, sejam pessoas físicas, sejam pessoas jurídicas.

Estamos sempre à disposição por meio dos contatos oficiais anunciados em nosso “site”, que são os únicos canais legítimos de contato de nossa equipe com o mercado.

Atendimento via Whatsapp

Tire suas dúvidas agora.

Respondemos em alguns minutos.

Podemos Ajudar?